quarta-feira, 19 de março de 2014

Uma homenagem a todos os escritores.


http://gabrielopensador.com.br/linhas-tortas/ 

Ouvi essa música ano passado, numa época de extresse na faculdade e deu vontade de cantar pro meu pai. Hoje me lembrei e ouvi de novo e só quis postar pra homeneagear quem tem coragem de dedicar a sua vida a escrita. A quem enfrenta todo tipo de preconceito e continua na batalha. O Brasil remunera pouco seus escritores, muitos não seguem a carreira por falta de incentivo ou por ter que sustentar uma familia. Nada disso é desculpa pra quem tem um sonho.  Eu to correndo atrás do meu.. 

"Tudo começou na aula de português
Eu tinha uns cinco anos, ou talvez uns seis
Comecei a escrever, aprendi a ortografia
Depois as redações, para a nossa alegria
Professora dava tema-livre, eu demorava
Pra escolher um tema, mas depois eu viajava
E nessas viagens os personagens surgiam
Pensavam, sentiam, choravam, sorriam.
...
Então eu descobri que já nasci com esse problema
Eu gosto de escrever, eu gosto de escrever, crer, ver
Ver, crer, eu gosto de escrever e escrevo até até poema
Meu Pai, eu confesso, eu faço prosa e verso
...
Se isso for um crime, quero ir logo pra prisão 
...
É esse o meu mergulho, não é o do Tio Patinhas
É esse o meu orgulho, escrever as minhas linhas
Escrevo em linhas tortas, inspirado por alguém
Que me deu uma missão que eu tento cumprir bem
Escuto os corações, como um cardiologista
Traduzo o que eles dizem como faz qualquer artista
Que ganha o seu cachê, que é fruto do trabalho
De cigarra e de formiga, e eu não sei o quanto eu valho
Mas sei que quando eu ganho, divido e multiplico.
... " 



2 comentários:

  1. Muito obrigado pela homenagem, Camila!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi pensando em voce mesmo que eu postei.. e escrevi " nada é desculpa pra quem tem um sonho " :)

      Excluir